ÔNIBUS QUEBRA NA BR E APÓS HORAS DE ESPERA PASSAGEIROS PEGAM CARONA EM CAMINHÃO BOIADEIRO PARA CHEGAR AO DESTINO

Compartilhar:

A empresa é única que faz o transporte de passageiros entre Porto Velho, Nova Mamoré e Guajará - Mim



Neste sábado (12), passageiros indignados se queixaram da empresa de ônibus que faz o translado de usuários do município de Guajará-Mirim para Porto Velho e assim da Capital para Guajará.

Segundo informações, por volta das 3h00min da madrugada deste sábado (12), um ônibus que vinha de Porto Velho para Guajará-Mirim, apresentou problemas, vindo à quebrar na BR-364.

Nesse momento, pessoas que passavam pelo local, eram avisadas sobre o problema do veículo e recebiam pedido para que avisassem a empresa.



Amanheceu dia e o apoio não havia chegado, sem muito o que fazer, por volta das 10h08min, alguns alguns passageiros já exaustos, tiveram que recorrer a uma carona de um caminhão boiadeiro que passava pelo local, se arriscando vindo na parte traseira do veículo até o entroncamento que fica na divisa entre a BR-425 e BR-364.

Nas redes sociais, um desses passageiros que ficou indignado fez uma publicação sobre o caso e comentou.

“Que empresa é essa? Que não dá um suporte, ou não tem ferramentas para que o motorista possa resolver o problema! Que empresa é essa que deixa seus clientes a mercê do meio do nada, sem sinal, sem nada, sem água, banheiro entupido, assentos quebrados, me diz, tenho mesmo que pagar 94,00$ num transporte que a qualquer momento irá quebrar na BR e irá ficar na mercê da carona de pessoas que se sensibilizam com a situação.

Vários passageiros reclamando da situação e ainda estamos aqui esperando algum ônibus passar para nos levar a nossos destinos.



O motorista não tem culpa ele fez o que pôde, e infelizmente não obteve sucesso. Culpa sim da empresa que não dá um suporte de equipamentos para essas situações! Termino de escrever agora a minha indignação, pois tive que pegar carona com uma carreta que leva bois, para que nos deixasse no entroncamento, para pelo menos conseguirmos um Uber ou outra carona que nos levasse a Guajará. E por sorte conseguimos!

Mas e os outros que só pagaram suas passagens, será que conseguiram chegar em seus destinos, com essa demora desses ônibus, que pela boca de outros ninguém estava sabendo de nada da situação.” Finalizou

A reportagem entrou em contato com à empresa que presta o serviço no município por telefone, onde um funcionário confirmou o problema com o veículo, mas não soube dar mais detalhes sobre o caso.

Fonte: Portal Guajará

Nenhum comentário