BRFRON| POLÍCIA PRENDE TRÊS ELEMENTOS E RECUPERAM MOTOCICLETAS FURTADAS DE VILA DE APARTAMENTOS EM NOVA MAMORÉ

Compartilhar:

 


Uma equipe da BPFRON a disposição da Operação Hórus realizava patrulhamento na região de fronteira no distrito do IATA, zona rural de Guajará – Mirim/RO, na noite desta quinta – feira (22), munido de informações de que elementos teriam furtado três motocicletas no município de Nova Mamoré/RO, e que iriam atravessar à noite para Bolívia através de portos clandestinos.

A equipe policial próximo à BR - 425, avistou um veículo Gol, de cor branca, placa NAF-0056, onde foi observado que ao avistar a viatura policial, deu uma freada brusca, levantando a suspeita desta guarnição.

Nesse momento foi dado voz de parada e em abordagem e busca pessoal, foi encontrado dentro do veículo gol, no banco de trás do passageiro, onde estava sentado o elemento Railson R.P., 21 anos, uma placa veicular QTC-7C56, que foi feito pesquisa da referida placa, onde foi constatada que se tratava de uma motocicleta Honda Pop, de cor vermelha e que constatava ocorrência de roubo/furto.

Railson tentou evadir-se e foi necessário uso de força moderada para conte-lo, outra guarnição, que seguia pela BR-425 abordou outras duas motocicletas, sendo uma HONDA/NXR150 BROS ESD (NCH6823) e uma HONDA/POP100 (NDD7918) e que as mesmas também seriam produto de furto.

O condutor da pop que estava sem placa, conseguiu evadir-se entrando em um matagal, que mais tarde os elementos informaram que o fugitivo se tratava de “Diboi”. A Bros era conduzida por Thalia A. S., 23 anos, tendo na garupa Sandro V. C., 20 anos

A guarnição se deslocou até o local da abordagem onde foi constatado que a placa encontrada no veículo Gol era de uma da Honda Pop, de cor vermelha, abordados na BR - 425 e que seria uma das motocicletas furtadas.

O elemento Railson levou os policias ande estava escondido a terceira motocicleta. No local indicado, em cemitério, foi localizada a terceira motocicleta, uma Honda Pop, de cor preta, placa NDD - 7918.

No veículo gol estavam também duas mulheres, que foram questionadas sobre procedência da placa encontrada dentro do veículo, porém elas não souberam informar.

Uma delas disse que seria esposa do elemento Railson e a motorista do veículo disse que era UBER.  Railson e Sandro disseram que iriam receber R$ 500,00 reais cada um para levar as motocicletas de Nova Mamoré até um porto clandestino em Guajará Mirim, onde seriam cruzadas para a Bolívia e a conduzida Thalia informou que iria receber R$ 2.000,00 para levar as motocicletas. Diante dos fatos foi dada voz de prisão aos conduzidos, informado seus direitos constitucionais e apresentados na UNISP de Nova Mamoré.

Fonte: Mamoré Agora

Nenhum comentário