GOVERNO CONFIRMA MORTE DE IDOSA POR CORONAVÍRUS EM RONDÔNIA

Compartilhar:


O secretário da Saúde Fernando Máximo confirmou em entrevista coletiva nesta segunda-feira (30) que a idosa que morreu no Cemetron na madrugada de domingo foi mesmo vítima de Coronavírus (Covid-19) . “Acabamos de receber os resultados”, disse. Além desse caso, mais um foi confirmado em Jaru.

A informação sobre a morte da idosa foi publicada em primeira mão pelo RONDONIAGORA, que apresentou documentos do Cemetron e da Central de Óbitos do Município de Porto Velho. Geraldina R.R, 66 anos, morreu no Cemetron e era moradora do Bairro Ronaldo Aragão, na Zona Leste.

Fernando Máximo disse que conversou médicos que atenderam a paciente e eles afirmaram que ela teve histórico de problema pulmonar há um ano, além de pressão alta e diabetes.

Ele disse que a idosa foi atendida inicialmente na Policlínica Dr. José Adelino e em seguida encaminhada ao Cemetron com febre e tosse. Fernando Máximo afirmou ainda que a paciente não teve contato com nenhuma das pessoas diagnosticadas com Covid-19 e não fez viagens para fora do Estado. “Foi feita coleta para exames antes da morte e lamentavelmente deu resultado positivo”.

Outro caso

Uma paciente que morreu em Cacoal, foi inserida na lista de suspeitos de Coronavírus, mas os exames deram negativo para a doença, revelou o secretário, acrescentando que um paciente Jaru, de 35 anos, teve confirmado como caso positivo de Coronavírus nesta tarde e está em isolamento domiciliar.

Segundo Fernando Máximo, nos últimos dias o Lacen já realizou 119 exames apenas dois foram positivos e os demais negativos.

Com os dois resultados positivos confirmados nesta segunda-feira, os casos de Coronavírus sobem para 8 em Rondônia. Outros 358 deram negativo. Outras 130 amostras aguardam o resultado do exame. O secretário informou ainda, que a família da idosa de 66 anos vai passar pelo processo de isolamento.

Fonte: Rondoniagora

Nenhum comentário