MOTOCICLISTA MORRE APÓS BATER NA TRASEIRA DE VEÍCULO QUE FEZ CONVERSÃO SEM SINALIZAR

Compartilhar:

O agricultor Francisco Costa Alves, de 55 anos, conhecido por "Chico Senna", morador da zona rural do município de Guajará-Mirim/RO, na manhã desta terça-feira, 11, chegava à cidade quando atingiu outro motociclista e veio a óbito.

Conforme o Boletim de Ocorrência registrado pela Polícia Militar, por volta de 08h30min, na Br Engenheiro Isaac Bennesby (antiga BR-425) transitava sentido Nova Mamoré/Guajará-Mirim a motocicleta modelo Biz, de cor vermelha, placa NCJ 6664, conduzida por  José Wilson Batista, de 54 anos, residente na 9ª Linha do Bom Sossego, km 22, zona rural do município. De acordo com testemunha, logo atrás, no mesmo sentido, seguia a motocicleta também modelo Biz, placa QTB 0164, conduzida por "Chico Senna", residente no Distrito do Iata, zona rural do município.



O condutor José Wilson realizou conversão a esquerda sem sinalizar, o agricultor "Chico Senna" que seguia atrás acabou atingindo a traseira da motocicleta. Com o impacto,  "Chico Senna" caiu ao solo já agonizando. 
Bombeiros prestaram os primeiros socorros a vítima, que não suportou e veio a óbito já no Hospital Regional. 

O outro condutor José Wilson queixava de dores nas costas, foi atendido no Hospital e depois liberado, ele afirmou que ao tentar virar para entrar na Avenida Adaildo Rabelo, olhou no retrovisor e não viu veículo atrás, não deu o sinal de alerta para esquerda porque não estava funcionando, logo sentiu a batida na traseira da motocicleta e caiu. Policiais militares conduziram José até a Delegacia de Polícia Civil juntamente com os veículos envolvidos no acidente.  



Vítimas de acidente

 De acordo com levantamento de informações do jornal e site O Mamoré, "Chico Senna" é quarta vítima de acidente de trânsito no ano de 2020 em Guajará-Mirim. João Gabriel Duran, a primeira vítima em 11 de janeiro; a segunda vítima foi Mariano Lara que sofreu um acidente na tarde do sábado, 18/01, e veio a óbito na tarde da última quarta-feira, 29/01, em um Hospital em Porto Velho/RO. O motociclista Dionatas Josoel de Vargas, de 36 anos, morreu na hora após colidir com uma caminhonete no dia 1º de fevereiro, ao transitar pela Avenida XV de Novembro, centro.

Fonte: O MAMORÉ

Nenhum comentário