EM PORTO VELHO/RO, PRF INICIA ATIVIDADES DA OPERAÇÃO LÁBARO 2020

Compartilhar:

Em atividade operacional intensa, foram fiscalizados 381 veículos e 579 pessoas. Houve também a recaptura de dois foragidos da justiça e uma prisão por alcoolemia.



As atividades da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na terça-feira (7) foram bastante comentadas pela população porto-velhense, desde conversas de aplicativos de celular até em programas de rádio e TV. Os diversos pontos de fiscalização realizados nas áreas urbana e rural do município chamaram atenção e despertaram curiosidade daqueles que costumam trafegar na capital.


Mais de uma centena de policiais foi empregada na primeira atividade de fiscalização de trânsito da Operação Lábaro 2020. O efetivo, majoritariamente composto por policiais recém egressos na carreira, está consolidando o treinamento recebido na Universidade Corporativa da PRF (UniPRF) por meio de atividades práticas comuns à rotina policial em Rondônia.



Os números do primeiro dia impressionam: no total, 381 veículos foram abordados e nestes, 579 pessoas foram verificadas nos sistemas policiais. Esse trabalho possibilitou a recaptura de dois evadidos da justiça; um deles deixou de se apresentar no sistema prisional e outro tinha mandado de prisão em aberto por condenação no crime de furto qualificado (Art. 155 parágrafo 4). Ainda durante as fiscalizações, uma pessoa, sem habilitação, desobedeceu ordem de parada e tentou fugir de um dos bloqueios policiais. 

Ao ser abordada, foi constatado que o infrator estava bêbado, sendo assim conduzido à Delegacia pelas condutas de Desobediência, Alcoolemia e também por conduzir veículo causando perigo de dano.



Os números parciais indicam que, até as 18h00, 36 veículos foram removidos ao pátio, sendo a grande maioria por deixar de estar devidamente licenciado (Art. 230 V CTB). Foram lavrados 170 autos de infração, cabendo destaque para o número de motoristas não habilitados ou com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida. Também foram verificados veículos com película irregular, em sua maioria a do tipo “espelhada ou titânio”, que é proibida, além das condutas já conhecidas, mas ainda negligenciadas, como falta do uso de segurança e transporte de crianças fora do assento de segurança, a popular cadeirinha.

A Polícia Rodoviária Federal em Rondônia permanece vigilante nas rodovias, com a finalidade de promover a educação no trânsito e orientar o cidadão, consolidando assim sua maior missão: preservar vidas. Caso seja necessário o emprego da PRF em alguma demanda de sua atribuição, o número de emergência da corporação é o 191, disponível de forma gratuita e 24 horas por dia.



Fonte: POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL
Núcleo de Comunicação Social – RO

Nenhum comentário