CURSO DE LIBRAS É OFERECIDO PELA CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA MAMORÉ

Compartilhar:


A Câmara Municipal de Nova Mamoré em parceria com a Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa de Rondônia e atendendo a propositura dos vereadores Francisco Célio Brito, Jerry Adriani Barbosa e Edivaldo Oliveira de Jesus (Irmão Ide), realizou entre os dias 21 a 25 de outubro o Curso de Libras – Língua Brasileira de Sinais, no Plenário da Câmara Municipal. Sensível à demanda, o Presidente Denízio Pereira da Costa prontamente atendeu o pedido dos seus colegas vereadores, buscando oferecer um suporte intelectual para quem desejava conhecer e se aprofundar no idioma dos surdos brasileiros, ou seja, na Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS.



 A Língua Brasileira de Sinais é uma língua que tem ganhado espaço na sociedade por conta dos movimentos surdos em prol de seus direitos, é uma luta de muitos anos que caracteriza o povo surdo como um povo com cultura e língua própria que sofre a opressão da sociedade majoritária impondo um padrão de cidadão sem levar em conta as especificidades de cada um destes cidadãos. Sendo assim, através de anos de luta o povo surdo conquistou o direito de usar uma língua que possibilitasse não só a comunicação, mas também sua efetiva participação na sociedade. No entanto, para que esta participação seja efetiva é preciso difundir a língua, a cultura e a concepção de mundo dos surdos.



O Curso foi ministrado pelo Professor Marcus Antônio Loureiro do Nascimento – Interprete/Tradutor de Libras da Escola do Legislativo, sendo totalmente gratuito aos alunos e com custo zero para a Câmara de Vereadores.  O curso atendeu duas turmas, sendo uma no período da manhã com cinquenta alunos e a outra no período da tarde com trinta e três alunos.

“Hoje nós nos deparamos no dia a dia com o surdo, e nós precisamos nos comunicar com eles, saber a real necessidade, qual a dificuldade, e o fato da Libras ser propagada da maneira que está sendo no nosso município através da Escola do Legislativo, ela vem provocar essa inclusão social dos surdos no nosso meio” disse o presidente  Denízio.



Fonte: Assessoria Legislativa

Nenhum comentário