ADOLESCENTE RESIDENTE NA ZONA RURAL DE NOVA MAMORÉ QUE ESTAVA DESAPARECIDA É ENCONTRADA

Compartilhar:


A adolescente Estefânia Mota de Oliveira, de 16 anos, que havia supostamente desaparecido ao sair de casa na 3' Linha do Ribeirão, no dia 14 de junho/2019, foi encontrada em Porto Velho, amasiada com seu primo, de 37 anos de idade.

A mãe da adolescente havia registrado ocorrência de desaparecimento na Delegacia de Nova Mamoré e também em Guajará-Mirim, pedindo providências, alegando que sua filha poderia estar sequestrada. 

O Conselheiro Tutelar Jean de Nova Mamoré, recebeu uma ligação do homem que está com a adolescente, e repassou o contato ao Delegado de Polícia Rogério Pereira. 

O Delegado então contactou o rapaz, que espontaneamente informou seu endereço, pra que tudo fosse averiguado.

Foi solicitado apoio da Delegacia DEPCA da capital, onde a Delegada Janaína determinou diligência ao local.  



Os policiais encontraram a adolescente e seu primo na residência, ocasião em que ela afirmou que fugiu de casa espontaneamente, tendo em vista que sua família não aceita o relacionamento amoroso de ambos, e que estão decididos a permanecerem juntos. Afirmou aos policiais que não sofreu qualquer violência e nem cárcere privado. 

Diante dos fatos, tendo em vista a adolescente já ter 16 anos de idade, e por vontade própria ter saído de casa, crime nenhum há para ser apurado pela polícia.



O Delegado salienta que, em casos de fuga espontânea de casa, para fins de relacionamento amoroso, tendo de 14 anos de idade pra cima, a Polícia não tem poder nenhum para obrigar esta menor a voltar para casa dos pais, salvo uma determinação judicial de Busca e Apreensão, pleiteada pelos pais em juízo.

Fonte: Rota Mamoré.

Nenhum comentário