MULHER É ESTUPRADA, AGREDIDA COM MORDIDAS E AMEAÇADA POR NÃO ACEITAR REATAR O CASAMENTO COM EX

Compartilhar:


Uma mulher de 27 anos foi agredida pelo ex-marido com mordidas no rosto, estuprada e ameaçada de morte por não aceitar reatar o casamento com o ex-marido, que é detento do regime aberto. O crime ocorreu na casa da vítima, nesta quinta-feira (28), no bairro 10 de Abril em Guajará-Mirim (RO), fronteira com a Bolívia.

De acordo com a Polícia Militar (PM), a mulher estava em casa esperando por uma sobrinha no momento em que o ex-marido chegou e bateu a porta. A vítima pensou que a sobrinha tinha chegado e abriu a porta.

O suspeito então começou a morder o rosto da mulher e ameaçá-la de morte, caso não reatasse o casamento. Em seguida ele a obrigou vítima a manter relação sexual com ele. Após o estupro, o homem foi ao banheiro e então a vítima aproveitou a distração do agressor para fugir de casa.

A mulher foi até a residência de uma sobrinha e acionou a Polícia Militar (PM). Os policiais foram à casa da vítima, onde ocorreu o crime, mas o homem já havia fugido.

Mesmo sendo monitorado com tornozeleira eletrônica, o suspeito não foi localizado até a publicação da reportagem.

O caso foi registrado na Polícia Civil de Guajará-Mirim e a mulher deve passar por exame de corpo de delito nesta quinta-feira.

Fonte: G1/RO

Nenhum comentário