POLÍCIA MILITAR DE NOVA MAMORÉ TRABALHA SOBRECARREGADA APÓS DECRETO DO GOVERNO DO ESTADO

Compartilhar:

Policiais que poderiam estar nas ruas fazendo a segurança da população estão cuidando de presídios 



A Polícia Militar de Nova Mamoré/RO, que exerce um trabalho exemplar no município, atuando no seu papel principal de proteger a população, sempre prestando serviços além do seu dever vem trabalhando de forma sobrecarregada.

Após o decreto Decreto 23.592 de 24 de Janeiro de 2019 que “Autoriza a intervenção e a administração pelo Comando da Polícia Militar do Estado de Rondônia nas unidades prisionais, bem como a convocação, em caráter extraordinário e emergencial, de integrantes do Corpo Voluntário de Militares do Estado da Reserva Remunerada, nas condições que especifica.”



Os policiais além do serviço ordinário, ainda constantemente participam de audiências no fórum de Guajará – Mirim/RO, que fica cerca de 40 Km de Nova Mamoré. Após a intervenção militar em todos os presídios de Rondônia decretado pelo governador de Rondônia, Marcos Rocha, os militares passaram a trabalhar no presídio Regional de Guajará – Mirim (Pandinha) localizado próximo a Nova Mamoré.

O serviço acontece durante a folga do policial, onde, por este serviço prestado, os policiais não recebem hora extra e nenhum outro benefício, como o efetivo policial militar em Nova Mamoré é bastante reduzido a comunidade fica prejudicada, pois os policiais sobrecarregados tendem a perde o rendimento.

Essa situação que resultou na deflagração da greve dos agentes penitenciários se deu pela falta de compromisso do governo do Estado com a categoria, onde o aumento salarial já estava garantido, com orçamento votado e aprovado pela Assembleia legislativa. Agora a população de Nova Mamoré segue, com mínimo efetivo policial nas ruas. A Policia Militar precisa ser respeitada.

Fonte: Mamoré Agora

Nenhum comentário