MORADORES PROTESTAM CONTRA AUMENTO NA CONTA DE ENERGIA EM GUAJARÁ E NOVA MAMORÉ

Compartilhar:
Manifestantes fizeram um protesto, contra o aumento na conta de energia elétrica, em Nova Mamoré — Foto: Mamoré Agora/ Reprodução

Moradores protestaram contra o aumento da conta de energia, na tarde da última sexta-feira (15) em frente aos prédios da Eletrobras Rondônia (Ceron) em Guajará-Mirim (RO) e Nova Mamoré (RO). Este ano o consumidor passou a receber a fatura de energia elétrica com o reajuste 24,75% para residências e 27,12% na energia de alta tensão.

Em Guajará-Mirim, os protestos começaram após a Associação Comercial, Industrial e Serviços de Guajará-Mirim (ACISGM) convocar os moradores a estarem em frente ao prédio da Eletrobras Rondônia.

Manifestantes fizeram um protesto contra o aumento na conta de energia elétrica em Guajará-Mirim — Foto: Portal Guajará/ Reprodução
Já em Nova Mamoré, os moradores, insatisfeitos com o aumento da conta de energia, se organizaram por meio das redes sociais. O protesto iniciou no período da tarde, também, em frente ao prédio da Eletrobras Rondônia.

Segundo o grupo Energisa, o reajuste anual é um processo regularizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), e o aumento é consequência de gastos com a geração de energia, utilização de usinas térmicas e pagamento de dívidas de compra de energia.

Quanto foi o aumento?

  • Clientes da baixa tensão (residencial e comercial), a correção será de 24,75%

  • Já os de alta tensão, 27,12%

  • Ao todo, 641 mil unidades consumidoras dependem da Ceron, em todos os 52 municípios do Estado.

Fonte: G1/RO

Nenhum comentário