APÓS INTENSA TROCA DE TIROS POLÍCIA MILITAR RECUPERA HILLUX QUE SERIA CRUZADA PARA BOLÍVIA

Compartilhar:

Renato S. A., 43 anos e Franknildo V. P. C., 33 anos

Na madrugada desta quarta – feira (23) uma guarnição de Polícia Militar recebeu informação da central de operações, informando que uma camionete de cor preta, modelo Hilux, de placa NDU-2008, que foi roubada na cidade de Porto Velho estava na cidade de Guajará-mirim/RO.

 A camionete possuía GPS e seu sinal estava dando na estrada do Palheta rumo a zona rural do município, local usado para cruzo de veículos roubados. A guarnição juntamente com a viatura do setor 01 E 02, núcleo de inteligência do 6°Bpm, UNESFRON e PATAMO deslocaram-se até a chácara do Abiorana, no local os policiais seguiram a pé até abeira do rio Pacaás Novos onde avistaram uma camionete de cor preta com as mesmas características do veículo roubado, com três elementos no interior do veículo.

Foi pedido aos ocupantes do veículo que saíssem do interior do carro, foi quando um dos elementos que estava no banco do passageiro saiu do veículo atirando no rumo dos policiais, empreendendo fuga rumo ao matagal. Os policiais reagiram a injusta agressão com vários disparos rumo ao elemento que empreendeu fuga.



Após cessar os disparos foi dado voz de prisão aos outros dois elementos que ficaram dentro da camionete, sendo identificados como Renato S. A., 43 anos e Franknildo V. P. C., 33 anos, Renato já é conhecido da polícia pelos crimes de receptação de veículo furtado. Ao serem indagados sobre a camionete disseram que “ganhariam uma grana” do elemento que fugiu apenas para ajudar atravessar o veículo para a Bolívia.

Na chácara também foi aprendido um veículo Palio de cor vermelha, de placa NBC-0117, de Guajará-mirim, pertencente ao Renato. Diante do ocorrido foi dada voz de prisão aos dois conduzidos, que foram cientificados de seus direitos constitucionais em seguida foram conduzidos até a Delegacia de Polícia Civil. O terceiro elemento não foi localizado, ninguém se feriu. 




Fonte: Mamoré Agora

Nenhum comentário