HOMEM DIZ QUE IRIA ARRANCAR PESCOÇO DA EX – MULHER E DEPOIS ATIRAR NO FILHO DELA, MAS ACABA PRESO PELA POLÍCIA MILITAR

Compartilhar:

O infrator ainda teria ido na residência e efetuado vários disparos contra a casa



Na tarde deste Domingo, 14, uma guarnição da Polícia Militar foi acionada vi central de operações onde tiveram informações que uma mulher 34 anos informando que seu ex - amásio tinha ido em sua residência localizada no bairro Centro, em Nova Mamoré/RO, onde o mesmo estava de posse de uma arma tipo rifle lhe ameaçando.

A guarnição saiu rumo a residência da mulher e quando cehagram o ex-amásio já havia se evadido do local, ainda assim a polícia saiu juntamente com ela para fazer as buscas para que ele pudesse ser localizado, mas não tiveram êxito.

 Logo após os policias saíram pelas residências próximas com o intuito de obter possíveis informações sobre o paradeiro do infrator, foi quando ao fazer deslocamento na rua Marechal Deodoro avistaram o ex-amásio da mesma vindo em uma motocicleta Titan de cor vermelha e com um rifle no bagageiro.

Segundo o infrator, ele estava indo à residência de sua ex para matar o seu ex-enteado, um jovem de 19 anos e antes da abordagem o mesmo ainda efetuou um disparo em direção a uma pessoa que estava próxima pensando ser seu ex–enteado, mas como viu que não era abaixou a arma e o tiro saiu em direção ao chão.

Após essa ação ele jogou a arma e se rendeu, a mulher informou que dias atrás depois da separação dela com o ex, ele havia entrado em luta corporal com filho dela e depois ameaçou ela e o filho com palavras dizendo que ia arranca seu pescoço fora e que ia meter a bala em seu filho e no dia de ontem, 13, o infrator ainda teria ido em sua residência e efetuado vários disparos contra a casa.

A polícia informou  que logo após ser feita a abordagem foi encontrado com o mesmo um rifle cal 22 de marca CV e um carregador com 9 munições intactas e uma motocicleta Titan de cor vermelha também foi apresentada na delegacia de Polícia Civil, as munições deflagradas não foram localizadas, diante dos fatos foi dada voz de prisão ao infrator e lido seus direitos constitucionais sendo posteriormente conduzido a DPC local para conhecimento da autoridade policial e para que sejam tomadas as devidas providências que o caso requer.

Fonte: Mamoré Agora

Nenhum comentário