SOLUCIONADO: Agente penitenciário é preso suspeito de matar mulher e jogar corpo em balneário

Compartilhar:
O corpo da mulher estava nu, apresentando sinais de espancamento e abuso sexual




O agente penitenciário identificado como Willian A. T., 41, foi preso no começo da tarde desta quinta-feira (20) suspeito de matar Maristela Freitas Alves, 36, o corpo foi encontrado na manhã do dia 08 deste mês em uma nascente do balneário Rio das Garças, no final da Estrada dos Japoneses, zona rural de Porto Velho.


O corpo da mulher estava nu, apresentando sinais de espancamento e abuso sexual. O agepen "Teodoro"foi apresentado na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida. Ele negou o crime e disse que só falaria em juízo.

Teodoro estava acompanhado de duas advogadas e uma delas em entrevista à imprensa informou que o cliente teria problemas com o uso de drogas e fazia tratamento psicológico desde que sofreu um atentado a mando de uma facção criminosa de dentro do presídio.



Fonte: RONDONIAOVIVO

Nenhum comentário