HUMILHANTE: MORADORA DE NOVA MAMORÉ QUE FAZ HEMODIÁLISE EM PORTO VELHO, É DEIXADA EM JACI-PARANÁ POR NÃO TER DINHEIRO DA PASSAGEM.

Compartilhar:

Ivonete T. A. de 44 anos, que reside no Bairro Planalto, foi deixada na rodoviária de Jaci-Paraná, porque não tinha o dinheiro da passagem do ônibus.



Ivanete sai de Nova Mamoré para fazer sessão de hemodiálise, três vezes por semana, em um veículo de responsabilidade da Prefeitura.

No último sábado, 22 de setembro, o veículo quebrou próximo ao posto da PRF quando estavam retornando para Nova Mamoré, o motorista, responsável pelo transporte dos pacientes, pediu para que embarcassem em um ônibus que faz linha para Nova Mamoré.

Ivanete embarcou, porém, ao chegar em Jaci-Paraná, teve que descer do ônibus, pois não tinha o dinheiro da Passagem. Por sorte, Ivanete tem parentes naquele município, caso contrário, não saberia onde teria passado a noite. 

Ao site Rota Mamoré, Ivanete disse que não é a primeira vez que fato semelhante a este acontece, e que se sentiu humilhada, pois estava sob a responsabilidade da Prefeitura, e nenhuma providência foi tomada para impedir que ela fosse deixada para trás.

Nesta segunda feira, 24, ela foi até a Prefeitura para comunicar o fato, mas não foi recebida, então foi até a Delegacia e registrou um B.O. 

Ao sair da Delegacia, Ivanete recebeu uma ligação de alguém da Prefeitura pedindo que não registrasse nenhuma ocorrência. IVANETE respondeu que era tarde demais, já havia registrado.


Fonte: Rota Mamoré.


Nenhum comentário