ALTERADO POR USO DE ENTORPECENTES HOMEM TENTA INVADIR RESIDÊNCIA

Compartilhar:

Durante busca pessoal foi localizado em suas vestes um molho de chaves contendo 6 chaves de modelos diferentes



Na noite deste Domingo, 16, por determinação de central de operações, uma guarnição de serviço da Polícia Militar deslocou - se até uma residência localizada no bairro Santa Luzia, em Nova Mamoré/RO, onde em contato com um homem de 40 anos que relatou que ouviu um barulho estranho vindo de fora de sua residência.

Ao verificar através das câmeras de segurança avistou uma pessoa tentando abrir o portão de sua residência que neste momento a guarnição de serviço fazia patrulhamento no referido endereço e avistou quando o indivíduo saiu caminhando tentando ludibriar os policiais, foi feito uma abordagem, neste momento a central de operações fez contato via rádio informando que o indivíduo ao perceber a chegada da viatura jogou algo dentro do quintal  da residência que ele tentava invadir.

Os policias passaram a realizar uma busca pessoal e foi localizado em suas vestes um molho de chaves contendo 6 chaves de modelos diferente e no quintal da vítima foi encontrado um controle de cor preta marca "sulton", que ao ser indagado sobre sua identificação e onde morava o mesmo não soube informar seu nome nem seu endereço, apenas dizia que seu nome era “Nelinho” e falava frases vagas como se estivesse delirando sob influência de substâncias proibidas.

O elemento tinha dificuldades para fala, sua língua estava na cor roxa, babava a todo momento e suas vestimentas encontravam se desalinhadas. Diante do fato o mesmo recebeu voz de prisão, momento que ficou alterado e resistiu a condução sendo necessário utilizar as técnicas de imobilizações e o uso de algema para poder conter a ação do indivíduo que mesmo algemado desferiu vários chutes no vidro da porta traseira da viatura.

O elemento foi conduzido até a Delegacia de Polícia Civil local onde foi feito ocorrência policial e entregue ao comissário de plantão para que sejam tomadas as devidas providências que o caso requer.

Fonte: Mamoré Agora

Nenhum comentário